LIMPOS PELA PALAVRA


"Josafá, porém, perguntou: 'Não existe aqui mais nenhum profeta do Senhor, a quem possamos consultar?' O rei de Israel respondeu a Josafá: 'Ainda há um homem por meio de quem podemos consultar o Senhor, mas eu o odeio, porque nunca profetiza coisas boas a meu respeito, mas sempre coisas ruins. É Micaías, filho de Inlá'. 'O rei não deveria dizer isso', Josafá respondeu."
2 Crônicas 18:6.7

A situação acima ocorreu entre Acabe e Josafá, reis de Israel e Judá, ao procurarem profetas para consultar ao Senhor. Essa passagem demonstra uma condição terrível do coração do homem, um desconforto imenso que sentimos ao sermos confrontados com a Voz de Deus, com sua Palavra.

Um dos textos mais lembrados da Bíblia, João 3:16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." É um texto magnifico, cheio de esperança e segurança, uma garantia para aquele que crê!, Deus muito nos amou. Porém, somente para aquele que Crê em Jesus. há uma condição nesse texto, e, é ai que a palavra começa a incomodar, se você é duvidoso, o efeito do confronto já começa acontecer, entende-se que, se você não crê, não terá a vida eterna. Isso ocorre praticamente com diversas passagens.

Lembro de quando João Batista falava para os fariseus "Raça de Víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?". isso devia incomodar muitos os fariseus e saduceus que iam ao deserto conhecer João Batista, porém o que ele falava era a verdade, e a Verdade dói, e muito.

Andar com Jesus era difícil em alguns aspectos, ele conhecia seus discípulos e muitas vezes repreendia-os apenas por conhecer os pensamentos deles.

Continuando João 3:16, no versículo 18 e 19: "Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más."

Sabemos que o amor é um propósito, e está escrito que os homens AMARAM mais as trevas dos que a Luz, ou seja, eles preferiram continuar com as praticas ruins, do que ainda que ouvindo palavras duras ou difíceis, perseverar na mudança ou se render a Luz, que, embora mostre tudo que esta errado em nós, ela esta ai não para nos acusar, mais para libertar.

Como está escrito no versículo 17: "Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele", tudo isto esta ali, no mesmo texto.

Quando outros vários discípulos de Jesus começaram a abandonar a caminhada com ele, Jesus perguntou aos 12, porque eles não iam também embora e: "Simão Pedro respondeu: Mestre, para quem iremos nós? Só tu tens as palavras de vida eterna" João 6:68.

Nós pensamos que esse luta que acontece na nossa mente é uma coisa ruim, esse incomodo, esse confronto, na verdade é a palavra de Deus limpando, tirando pensamentos e comportamentos que não agradam a Ele, e isto é extremamente bom e necessário. Aquele que é repreendido age de maneira semelhante irando-se, alguns a exemplo dos discípulos, desistem, abandonam o barco.

Temos que saber que a nossa caminhada com Deus é de aperfeiçoamento, então vamos sempre passar por momentos em que Deus nos quebra.

Mais a frente no livro de João Jesus diz: "Eu Sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor.Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, Ele retira; e todo que dá fruto, Ele limpa, para que dê mais fruto ainda. Vós já estais limpos, pela Palavra que Eu vos tenho transmitido" João 15:1-3.

Quando ele falou para os discípulos que eles estavam limpos pela palavra, fica claro que aquela decisão deles de continuar com Jesus estava sendo recompensada, eles estavam crescendo na Graça, e sendo mudados por Deus.

Vamos valorizar essas experiências e valorizar ainda mais, que quem nos faz passar por elas, e maior do que tudo que há, é o Senhor de toda a Terra.

Por Jefferson Madera