IDOLATRIA


"Então disse Samuel ao povo: Não temais; vós tendes cometido todo este mal; porém não vos desvieis de seguir ao Senhor, mas servi ao Senhor com todo o vosso coração. E não vos desvieis; pois seguiríeis as vaidades, que nada aproveitam, e tampouco vos livrarão, porque vaidades são." 1 Samuel 12:20-21

Vaidade aqui tem o sentido de ídolos. Samuel advertiu os israelitas contra a adoração a deuses pagãos e vazios de poder. Somente o Senhor Deus poderia lhes socorrer em qualquer dificuldade.

A idolatria é um pecado que o povo de Deus, através da sua história no A.T. cometia repetidamente. Um dos primeiros relatos ocorre na família de Jacó, pouco antes de chegar a Betel, Jacó ordenou a remoção de imagens de deuses estranhos (Gn 3 :1-4). Outro relato registrado em que Israel de uma forma global envolveu-se com idolatria foi na adoração ao bezerro de ouro, enquanto Moisés estava no monte Sinai (Ex 32:1-6). Durante o período dos juízes o povo frequentemente se voltava para os ídolos pagãos.

Outro registro de idolatria foi no final do reinado de Salomão em Israel (1 Rs 11:1-10). Na história do reino dividido os reis do norte (Israel ) foram idolatras, bem como alguns dos reis do reino sul (Judá).

Mas por quê a idolatria é tão fascinante? Há vários fatores implícitos, as pessoas mundanas creêm que a adoração a vários deuses é superior à um único Deus, em outras palavras quanto mais deuses melhor. Os deuses pagãos não requerem o tipo de obediência que o Deus Vivo requer, por exemplo, muitas religiões pagãs incluem imoralidade sexual religiosa no seu culto, essa prática sem dúvida atraí muitos; mas Deus por sua vez requer que o seu povo obedeça aos altos padrões morais da sua Lei, sem o qual não há comunhão com ELE .

A Bíblia deixa claro que o ídolo em si nada é (Jr 2:11; 16:20), o ídolo é meramente um pedaço de madeira ou de pedra esculpido por mãos humanas que nenhum poder tem em si mesmo . Samuel chama-os de vaidade (1 Sm 12:21) e Paulo declara expressamente "sabemos que o ídolo nada é no mundo " (1 Cor 8:4), por esse motivo os salmistas (Sl 115:4-8; 135:15-18) e os profetas zombavam dos ídolos.

Por trás de toda idolatria há demônios que são seres sobrenaturais controlados pelo diabo, tanto Moisés (Dt 32:17), quanto o salmista (Sl 106:36-37) associam os falsos deuses com demônios. A correlação entre a idolatria e os demônios vê-se mais claramente quando percebemos a estreita vinculação entre as práticas religiosas pagãs e o espiritismo, a magia negra, a leitura de sorte, feitiçaria e coisas semelhantes. Segundo as escrituras todas essas práticas ocultista envolve submissão e culto aos demônios (Dt 18:9-11, Ap 9:21) e um dos mais conhecidos (1 Sm 28:8-14) a pitonisa de Endor.

Outra forma terrível de idolatria é a cobiça (Cl 3:5), a conexão é óbvia, pois os demônios são capazes de proporcionar benefícios materiais, uma pessoa insatisfeita com aquilo que tem e que sempre cobiça mais não hesitará em obedecer aos princípios e vontade desses seres sobrenaturais, que conseguem para tais pessoas aquilo que desejam, embora talvez tais não adorem os ídolos de madeira e pedra, entretanto, adoram demônios que estão por trás da cobiça, dessa maneira, a declaração de Jesus "Não podeis servir a Deus e a Mamom " - as riquezas - (Mt 6:24), é basicamente a mesma que a admoestação de Paulo "Não podeis beber o cálice do Senhor é o cálice dos demônios " (1 Cor 10:21).

Portanto meus irmãos sede vigilantes pois Deus não tolera nenhuma forma de idolatria, ELE nos adverte contra ela no A.T. em Ex 20:34 essa ordem foi repetida por Deus noutras ocasiões Ex 23:13-14; 34:14-17 DT 4:23-24 ; 6:14.

O N.T. Também adverte todos nós contra a idolatria, ela manifesta-se de várias formas hoje em dia, aparece abertamente nas falsas religiões mundiais. Finalmente ela ocorre dentro da igreja quando membros acreditam que a um só tempo poderão servir a Deus, desfrutar da experiência da salvação e as bênçãos divinas e também participar das práticas imorais e ímpias do mundo.

O NT nos admoesta a não sermos cobiçosos, avarentos, nem imorais (Cl 3:5 , Mt 6:19-24, Rm 7:7 , Hb 13:5-6), e sim a fugirmos de todas as formas de idolatria . Deus reforça suas advertências com a declaração de que aqueles que praticam qualquer forma de idolatria não herdarão o seu Reino dos Céus (1 Cor 6:9-10, Gl 5:20-21 e Ap 22:15).

Por Willian Aprille