#22 DEVOCIONAL - O PRIVILÉGIO DO EVANGELHO


"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigêto, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."
João 3.16

As verdades expressas nas escrituras são desafiadoras ao homem em todos os sentidos. O capítulo 3 do Evangelho de João possui uma das passagens mais emblemáticas nesse sentido.

Neste capítulo, é narrado a história do fariseu Nicodemos, um dos principais dos judeus (Jo 3.1) e sua conversa com Jesus. A narrativa deste texto nos mostra como Jesus abalou completamente as estruturas de Nicodemos durante a conversa, colando em xeque, tudo o que ele havia aprendido e vivido até aquele momento. O Evangelho nos confronta com todas nossas certezas pessoais.

Jesus revela sobre o novo nascimento, ser dirigido pelo Espírito, sua morte e a finalidade dela para o homem (Jo 3.1-21), Jesus fez ali um modelo de evangelismo direto com Nicodemos. O capítulo não relata qual foi o desfecho dessa conversa, mas creio que a profundidade dela para a vida de Nicodemos o marcou para sempre, influenciando grandemente suas futuras decisões.

Nicodemos aparece novamente em João 7.50-53, quando após mais um discurso fortíssimo, os guardas dos templos acompanhados de Nicodemos, vão para prender Jesus, mas ficam constrangidos pelo poder da pregação de Jesus. Aqui Nicodemos, afetado por sua conversa com o Senhor, e por Seu recente discurso, tenta, inutilmente, trazer aos fariseus clareza em seus julgamentos cegos. Após isso Nicodemos aparece novamente na ocasião da morte do Senhor, em João 19.39.

Como já disse acima, a Bíblia não relata qual foi a decisão de Nicodemos para o Evangelho, mas ela nos mostra que a pregação do Evangelho coloca sobre o homem uma responsibilidade: A ETERNIDADE.

Eu não sei como foi que cada um dos leitores chegaram à GRAÇA DE DEUS NO SENHOR JESUS, mas sempre me lembro de um hino cristão antigo:

? ? Mas um dia, senti meu pecado e vi,
Sobre mim a espada da lei ? ?
(Conversão - Nº15 Harpa Cristã)

Essa canção, nestes pequenos versos revelam o peso que o EVANGELHO tem para os ouvintes, muitos infelizmente não dão valor a este GRANDE TESOURO, e o desprezam. Costumo dizer que o evangelismo ou trás salvação para a vida da pessoa, ou trás pra ela a condenação, pois uma vez tendo ouvido tal verdade, e tendo a desprezado, essas palavras servirão para mostrar que ele teve a oportunidade, mas não valorizou a CHAMADA DO AMOR DE CRISTO.

O versículo desta meditação é um clássico, um 'chavão cristão', e mostra o GRANDE AMOR DE DEUS, assim como Romanos 5.8, e isso deve gerar em nós, chamados de Filhos de Deus (João 1.12), o mesmo sentimento que Paulo descreve em 2 Coríntios 5.14: "O AMOR DE CRISTO NOS CONSTRANGE". Que em nossos dias e em nossos evangelismos, tenhamos sempre em mente este IMENSO AMOR, e com corações quebrantados e constrangidos, nos achegamos a Deus em humildade, reconhecendo seu poderio, majestade, excelência, santidade, ..., declarando junto com os junto com os SANTO, SANTO, SANTO É  O SENHOR DOS EXÉRCITOS!!!!

Qual tem sido sua resposta diária à tão grande privilégio????

Boa leitura a todos!!!!

Assista: https://www.youtube.com/watch?v=DS0AmztRPCk




Por Paulo César
Leia post original aqui.