#11 DEVOCIONAL - A POSTURA DE JOSIAS


Devocional: A postura de Josias, a minha e a sua. O que elas podem ter em comum?

II Crônicas: 34 – É muito claro na postura dos reis do antigo testamento, que o livre arbítrio sempre foi imperioso. Para não nos aprofundarmos em detalhes, posso dizer que alguns reis escolheram servir a Deus. Outros, por sua vez, preferiram a transgressão. Josias, entretanto, resolveu assumir uma postura diferenciada. “Fez o que era reto aos olhos de Deus, andou nos caminhos de Davi, seu pai, sem se desviar nem para direita nem para esquerda" (v. 2).

Nos versículos 4, 5 e 6, vimos que ele aniquilou com a idolatria, purificando Judá, Jerusalém, as cidades de Manassés, e de Efraim, e de Simeão, e ainda até Naftali, em seus lugares assolados ao redor.

Depois, no 18º ano do seu reinado iniciou a restauração na casa do Senhor. Observamos que todos os envolvidos na restauração faziam o seu melhor. v 11 e 12.

E, não menos importante, o que está registrado nos versículos 29 a 33, quando manda reunir a todos, para proceder a leitura do livro da lei que encontrara quando da restauração do templo. Nesse mesmo ato, fez uma aliança com Deus, que foram observadas por todos enquanto viveu, conforme descrito no versículo 31.

Sendo bem sucinto, foram essas suas principais obras, sem mencionar a celebração da páscoa, descrita no capítulo 35.

Mas e isso o que tem haver conosco nos dias de hoje?

A valentia e a fidelidade de Josias, são características atemporais. Ou seja, para ser ousado e fiel, independe da condição, do lugar e do tempo em que você está. Josias começou seu reinado aos oito anos. Era uma criança. Com 16 anos começou a buscar ao Senhor. Reinou por 31 anos. Logo, viveu muito menos que seus contemporâneos. Mas, mesmo naquilo que "poderíamos" chamar de período de "imaturidade", ele realizou todos estes grandes feitos.

É indubitável, que os maiores sentimentos de Josias eram o temor, a reverência e a gratidão a Deus. Josias influenciou, "todos" que estavam debaixo de seu governo, ao temor a Deus.

E nós? Também agimos assim? Em nosso ambiente familiar, em nosso trabalho, na escola e, porque não, dentro da igreja no convívio com os irmãos...priorizamos o querer de Deus? Ou somos murmuradores e afastamos da presença do Senhor seus pretensos discípulos.

Não há como não perceber que Josias não teve outra preocupação, se não a de restabelecer o temor e a reverência a Deus no lugar em que reinava.
A maior característica de todos os que temeram ao Senhor é a submissão a vontade Dele. Essa deve ser a nossa causa de vida também!

Eu e você, obviamente, não somos reis.....mas, muitas pessoas dependem de nós espiritualmente....Você sabia?

Então....
  • Na sua casa - Faça a diferença!
  • No seu trabalho - Faça o seu melhor como se para o Senhor estivesse fazendo!
  • Na igreja - Submeta-se! Não murmure! Esforça-te! Entregue-se! Não resista! Em tudo Deus tem um propósito.
  • Em todo tempo - Seja sensível a Voz do Senhor e não a do enganoso coração! Cumpra a vontade de Deus e não a sua!
  • Seja também um participante do reino, conduza aquele a quem Deus colocou perto de você a adoração ao Senhor!
  • Desfaça a idolatria!
  • Reconstrua!
  • Seja um influenciador!
  • Tenha as características de quem ama ao Senhor sobre todas as coisas!
Que Deus te abençoe poderosamente e que a paz que excede todo entendimento seja contigo!!!

Por Aroldo Xavier 
Leia o post original aqui.