O CAMINHO CERTO


MATEUS 7.13-28

Porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que a encontram. (Mt 7.14.)

Quando não se conhece a rota a seguir, é fácil ser enganado. Há cidades em que as pessoas têm prazer em ensinar o caminho: explicam, fazem gestos, apontam, dão referências, e chegamos sem nenhuma dificuldade ao lugar pretendido. Mas já estivemos em localidades em que as pessoas pareciam muito ocupadas consigo mesmas, e dar uma informação lhes era muito incômodo.
Então davam orientações erradas ou incompletas, e isso dificultava e atrasava a chegada ao destino pretendido. Às vezes, tínhamos de seguir alguém de carro à nossa frente e não podíamos perdê-lo de vista em meio a tantos outros que passavam. Nossa velocidade deveria estar de acordo com a do carro a ser seguido.

Na verdade, Jesus é o caminho. O caminho vivo que está à nossa frente. Olhando para ele, chegaremos, sem dúvida, ao lugar almejado: à casa do Pai. Não devemos desviar os olhos para as paisagens da direita ou da esquerda, que podem nos distrair e nos fazer desviar da rota.

No caminho largo, as pessoas fazem o que querem. Tomam a direção que acham ser a mais adequada à sua vida ou prazeres. Mas Jesus nos disse que o caminho largo conduz à perdição, e são muitos os que entram por ele. Tome o rumo do céu; venha pelo caminho estreito; ele é seguro, em todos os momentos da vida.

Há sempre uma escolha a fazer:
Ou caminho largo ou o estreito escolher.
O largo vai à perdição,
O estreito leva à salvação.
Em qual deles você vai trilhar?
Aonde você quer chegar?